Amarcord: Palmeiras 6 x 0 Ceará, Copa do Brasil-98

Amarcord: Palmeiras 6 x 0 Ceará, Copa do Brasil-98

https://youtu.be/_ZeKr2H92jA

Na Copa do Brasil de 1998, mesmo vice brasileiro de 1997, o Verdão de Felipão começou meio devagar. Eliminou o CSA depois de vencê-lo em Maceió por 1 a 0. Não cancelou o jogo de volta e o venceu por 3 a 0.
Na segunda fase, decepcionante empate por 1 a 1 com o Ceará, levando o empate aos 45 do segundo tempo.

Na volta, no Palestra Italia, em 19 de fevereiro, apenas 5 mil torcedores foram apoiar o time. Pouco. Ainda mais pela chuva de gols que se viu.

Começando com Zinho, aos 20, aproveitando bela jogada coletiva para fazer 1 a 0. Zinho que também faria de falta o segundo gol, aos 38. Falta cobrada por Zinho que, na final do torneio, daria no gol de Oséas contra o Cruzeiro.

Na segunda etapa, o Palmeiras tirou o pé do acelerador. Mas, na metade final, desembestou e fez quatro gols. Com ótima atuação de Paulo Nunes, o maior investimento da Parmalat para aquele primeiro semestre, ao lado de outro ex-gremista (o lateral Arce). O Diabo Loiro veio do Benfica, onde não foi feliz.

PALMEIRAS 6 x 0 CEARÁ
Copa do Brasil/Segunda Fase
Quinta-feira, 19/fevereiro)
Palestra Italia
Cidade: São Paulo (SP)
Juiz: Jamir Carlos Garcez (DF)
Renda: R$ 64 480
Público: 5 720
PALMEIRAS: Velloso; Arce (Pimentel), Roque Júnior, Cléber e Júnior; Galeano, Rogério (Ferrugem) e Zinho; Alex; Paulo Nunes e Oséas (Cris)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
Gols: Zinho 20 e Zinho 38 do 1º; Alex 22, Paulo Nunes 28, Cris 42 e Paulo Nunes 46 do 2º
Expulsão: Gilmar Serafim

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.