Com jogo ofensivo e filosofia vencedora, base do Palmeiras bate recorde de títulos

Com jogo ofensivo e filosofia vencedora, base do Palmeiras bate recorde de títulos

Foto: Fabio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação

A temporada de 2019 está sendo muito especial para as categorias de base do Palmeiras. Com praticamente um semestre inteiro pela frente, as Crias da Academia já bateram o recorde histórico de títulos conquistados. Neste ano, o Palmeiras gritou "é campeão!" por 27 vezes com seus jovens jogadores, superando as 23 conquistas - antigo recorde - de 2018.

O mais recente título veio da Suíça com a equipe Sub-20: Aesch Turnier U-19. Com parte do elenco no Brasil para a disputa do Brasileirão e do Paulistão da categoria, o Palmeiras ganhou duas taças na Europa. A Aesch, conquistada de forma inédita na manhã deste sábado (03), e o bicampeonato da CEE Cup, em Praga, na República Tcheca, na última terça-feira (30). A final da Aesch Turnier U-19 foi contra a Juventus e o Palmeiras venceu por 1 x 0 com gol de Fabrício. O atacante, que também marcou na semifinal contra a Inter de Milão, terminou o torneio como artilheiro (4 gols). Fabrício também recebeu o prêmio de goleador na CEE Cup.

Foto: Divulgação
Com-jogo-ofensivo-e-filosofia-vencedora--base-do-Palmeiras-bate-recorde-de-t-tulos---Murilo-Dias---Nosso-Palestra
Elenco sub-20 na mais recente conquista da base palmeirense

Os sub-12 e 13 são os mais vitoriosos até aqui com cinco campeonatos cada um - curiosamente, essas categorias estavam entre as que menos conquistaram títulos em 2018. Logo em seguida vem o sub-11 e 20 com quatro conquistas. O sub-15 aparece na sequência com três títulos e por fim as categorias sub-10, 14 e 17 com duas taças cada.

Apesar do recorde batido, a filosofia da direção da base do Palmeiras não tem os títulos como prioridade. O clube diz que nunca entra com obrigação de ser campeão. Acaba sendo uma consequência. A obrigação é de jogar dentro da filosofia da base, impondo o jogo, com futebol ofensivo.

"Nunca vamos para um torneio pensando em ganhar a qualquer custo, fugindo de nossas características. A cada ano nossos resultados aumentam devido à qualidade e a competitividade dos meninos que temos aqui.", afirma João Paulo Sampaio, coordenador geral das categorias de base.

Não é a toa que o Palmeiras costuma imprimir grandes resultados e emplacar artilheiros nos torneios em que disputa. Um claro exemplo disso é a mais recente conquista da categoria sub-13. O Palmeiras foi campeão da Funroots Cup 2019 com incríveis 125 gols marcados em seis jogos, tendo uma média de 20,8 gols por jogo. Luis Guilherme marcou 41 gols na competição.

Foto: Divulgação
Com-jogo-ofensivo-e-filosofia-vencedora--base-do-Palmeiras-bate-recorde-de-t-tulos---Murilo-Dias---Nosso-Palestra-2
O avassalador time sub-13 do Palmeiras

O atacante Fabrício, como dito, foi artilheiro dos dois últimos campeonatos do sub-20. O jovem, hoje sub-18, também foi artilheiro no bicampeonato Mundial Sub-17, ao lado do meia Gabriel Silva.

Em 2018, o Palmeiras teve artilheiros em três das principais competições nacionais do Sub-20: Papagaio, artilheiro do Brasileiro (12 gols) e da Copa RS (sete gols), e Léo Passos, artilheiro da Copa do Brasil, com seis gols. Gabriel Veron foi o artilheiro do Mundial Sub-17, com nove gols, e outros dois atletas terminaram como goleadores em suas categorias no Paulista: Lucas Astolfi, com 19 gols no Sub-11, e Endrick, com 16 gols no Sub-13. O atacante Fabrício, que atuou pela equipe Sub-17, marcou 36 gols na campanha do título paulista de 2018 e ficou a um de igualar o recorde de Gabriel Jesus na edição de 2014. O time Sub-17 encerrou o estadual com 120 gols marcados, o melhor ataque da competição.

Foto: Divulgação
Com-jogo-ofensivo-e-filosofia-vencedora--base-do-Palmeiras-bate-recorde-de-t-tulos---Murilo-Dias---Nosso-Palestra-3
Fabrício: artilheiro do sub-17 e sub-20

As conquistas de mais renome em 2019 foram a Copa do Brasil sub-20, completando a tríplice coroa da categoria (Brasileirão e Paulista) iniciada em 2018, além do bi mundial Sub-17 e da inédita conquista da Copa 2 de Julho sub-15. Para João Paulo, a diferença está na mentalidade e na forma como o Palmeiras encara seus desafios:

"Sinceramente, conquistar os títulos não é o nosso maior foco. Hoje, quando algum time entra em campo para enfrentar o Palmeiras na base, é sempre uma final. Conquistamos esse respeito na base, é uma consequência do trabalho feito aqui".

Desde que a atual diretoria formada por João Paulo e Marcelo Dedeschi (diretor de Futebol não profissional), o Palmeiras mudou de patamar nas categorias de base. Antes visto como um clube que não tinha tradição de revelar bons jogadores e que via suas promessas mudarem de time - incluindo alguns rivais da capital - o Verdão é hoje uma das referências quando se trata da formação de jogadores.

Como dito por João Paulo, as conquistas são consequência do ótimo trabalho feito. Outro dado ressalta isso é o número de convocações para as Seleções de base. Em 2017 e 2018, o Palmeiras foi o clube que mais cedeu jovens ao Brasil – foram 31 convocados no ano passado, sendo 29 para a Seleção Brasileira. Vitão, zagueiro que hoje treina com os profissionais do Palmeiras, é capitão da Seleção Sub-20.

2019 (27 títulos até agora):

Sub-20: Copa do Brasil Sub-20, Terborg Toernooi (Holanda), CEE Cup (República Tcheca) e Aesch Turnier U-19 (Suíça)

Sub-17: SNAF Mondial Cup (França), Mundial de Clubes (Espanha)

Sub-15: Evergrande Cup U15 International Football Championship (China), We Love Football Sub-15 (Itália), Copa 2 de Julho

Sub-14: Tokyo U-14 International Youth Football Tournament (Japão), Torneio Brasil-Japão

Sub-13: Taça Brasil Sub-13, Copa Ouro, Copa São Ludgero, Mito HollyHock Cup U-13 (Japão), Funroots Cup Sub-13 (Japão)

Sub-12: Copa PUMA Toreros Sub-12 (Japão), Carpesol International Challenge Sub-12 (Japão), Hainan Qiongzhong International Cup (China), Copa de Futebol Cidade Verde, Copa São Carlos de Futebol (Sanca Cup)

Sub-11: GoCup, Copa Ouro, DaniCup, Leme Cup

Sub-10: IberCup, DaniCup

  • Murilo Dias

    Murilo Dias

    Murilo Dias começou no Jornal LANCE!, integrou a equipe da LANCE!TV, honrou a camisa do Palmeiras por três anos de lutas e glórias na TV Palmeiras/FAM e hoje trabalha na NWB com canais de Youtube.