Com Mano Menezes o Palmeiras vai jogar mais bonito? A expectativa é que sim

Com Mano Menezes o Palmeiras vai jogar mais bonito? A expectativa é que sim

(Foto: Fábio Menotti/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Uma das grandes expectativas da torcida palmeirense com a chegada de Mano Menezes é a melhora ofensiva da equipe. Terceiro time que menos troca passes no campeonato brasileiro, a carência ofensiva e a falta de repertório quando sai atrás do placar foi um dos grandes defeitos do time de Scolari.

Mano Menezes, que tem fama de ser um técnico mais conservador, afirmou em sua coletiva de apresentação que o Verdão deve e pode jogar mais bonito.

"Eu dirigi a seleção brasileira com Ramires e Paulinho de volantes. Vamos construir um trabalho juntos. Não tenho hábito de chegar e dizer qual maneira vai se jogar. Vamos fazer de maneira mais próxima, internamente. O Palmeiras tem um elenco com características de jogadores bem definidas para armar uma maneira muito legal de jogar. Tenho certeza de que precisa, pela ordem, produzir resultados, e a partir do resultado, que gera confiança, oferecer algo que seja mais bonito de se ver, que o torcedor gosta, que ao longo da história tem grandes referências. As próprias Academias tiveram características um pouco diferentes. A primeira pelo Filpo (Nuñez), a segunda pelo (Oswaldo) Brandão. Esse é objetivo de cada treinador, de cada trabalho."

Perguntado se a primeira meta de seu trabalho será corrigir a falta de posse de bola e a criatividade da equipe para depois trabalhar na solidez ofensiva, Mano foi direto e reto:

"Solidez defensiva não quer dizer um time reativo. Solidez defensiva quer dizer que quando você ataca você não fica vulnerável, que o adversário não tenha facilidade pra entrar na sua defesa. E isso não tem nada a ver em ser reativo, ou ser dominante. Penso que temos jogadores com capacidade para propor mais o jogo, agora vamos fazer essa transição, e você sabe que isso não acontece de um jogo para o outro, as vezes um time se comporta de uma maneira, outro se comporta de outro. Mas vamos fazer ela de maneira segura. Mas não acho que o time tenha jogado jogos ruins ultimamente, o time não teve resultado, aí tem toda proporção dos resultados. Acho importante a ambição dos jogadores em relação ao que se quer, a expectativa dos jogadores em relação aquilo que ser quer construir. A medida que todos conseguirmos formar uma ideia e trabalhar em cima dela aí sim teremos uma evolução.", finalizou o novo técnico do Palmeiras.

A única certeza que o torcedor alviverde pode ter é que com Mano o time tenha mais repertório e fique mais com a bola do que bom Felipão, que preferia aquele jogo de mais ligação direta e bola longa doz zagueiros para o ataque.

Em seu último trabalho no Cruzeiro, Mano prezava muito pelos seus meias de ligação, e quase em todas as suas formações estavam Thiago Neves e o ex-palmeirense Robinho.

Será que teremos um esquema com dois meias? Sem um atacante fixo? Só o tempo irá dizer!

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!