Título do Palmeiras na Libertadores de 99 será reprisado pela Conmebol no Facebook

Título do Palmeiras na Libertadores de 99 será reprisado pela Conmebol no Facebook

(Foto: Divulgação / Conmebol)

A Conmebol anunciou que reprisará nesta quinta-feira (11), às 20h, a finalíssima da Libertadores de 1999 em sua página do Facebook, com narração e comentários inéditos. Os torcedores palmeirenses poderão rever a emoção do título mais importante da história do Verdão gratuitamente, basta acessar este link.

Relembre a campanha

O Palmeiras iniciou a Libertadores no mesmo grupo de Corinthians, Cerro Porteño (PAR) e Olímpia (PAR). Durante a fase de grupos, o então goleiro titular Velloso foi substituído por Marcos, após uma lesão sofrida no Paulistão. O Verdão disputou dois jogos contra o Corinthians (venceu o primeiro por 1x0 e perdeu o segundo por 2x1), bateu o Cerro duas vezes (5x2 e 2x1) e não conseguiu ganhar do Olímpia (2x4 e 1x1). Classificou-se somente na última rodada.

Nas oitavas de final, encontrou o Vasco da Gama, que defendia o título da competição continental. Após um empate duríssimo no Palestra Itália, o Palmeiras fez um jogaço em São Januário e goleou os campeões de 1998 por 4x2.

Nas quartas, um dos maiores confrontos da história da cidade de São Paulo: Palmeiras x Corinthians reviviam o duelo da fase de grupos. A disputa foi tão equilibrada que os comandados de Scolari fizeram 2x0 no jogo de ida e o arquirrival revidou o placar no jogo de volta. Porém, de nada adiantou: deu verde nos pênaltis. Voltem sempre!

Após despachar os então campeões continental (Vasco) e brasileiro (Corinthians), não poderia ficar mais difícil, certo? Errado. O adversário da semifinal foi ninguém menos do que River Plate, um dos maiores times da América, que contava com nomes como Gallardo, Sorín e Berti. O jogo de ida, no Monumental de Nuñez, foi dificílimo e contou com uma das maiores atuações da carreira de Marcos, que impediu que o placar para o time da casa fosse muito maior do que apenas 1x0. O jogo da volta foi a partida da vida de Alex, que fez dois gols e ajudou o Palmeiras a eliminar os argentinos por 3x0.

Na final, como não podia deixar de ser, deparamo-nos com um dos times mais fortes da época: Deportivo Cáli. Os colombianos haviam feito 6x3 no placar agregado contra o Cerro Porteño na outra chave da semifinal e estavam decididos a atacar o Palmeiras no jogo de ida, em seu território. Deu certo: venceram a primeira partida por 1x0, o que forçaria o Verdão a reverter o placar em São Paulo para vencer sua primeira Libertadores.

O desfecho? Já sabemos. E você poderá rever esse momento fantástico nesta quinta, no Facebook da Conmebol, com comentários originais. Bom jogo!

  • Guilherme Paladino

    Guilherme Paladino

    Palmeirense, estudante de jornalismo na UNESP, com passagem pelo Torcedores e atualmente setorista no Nosso Palestra. Apaixonado por jornalismo e por esportes. "A bola não entra por acaso."