Especial Libertadores-99: Palmeiras 1 x 0 Corinthians, em 27/02/1999

Especial Libertadores-99: Palmeiras 1 x 0 Corinthians, em 27/02/1999

Um gol polêmico de Arce, de falta, um lance de gol de empate mal anulado por impedimento, de Marcelinho Carioca, e um pênalti que poderia ser marcado para o Verdão. O primeiro Derby de 1999 começou como tantos. O Palmeiras ganhou o primeiro round na estreia de Evaristo de Macedo, no Corinthians. E da manutenção de Felipão, apoiado pela Parmalat, mas não mais por muita gente do clube. A torcida fechou com o treinador: ao final do jogo pediu que ele ficasse.

Muita porrada na primeira hora de Derby em que o Palmeiras foi melhor. Aos 22, Alex só não abriu o placar por parar em ótima saída do contestado goleiro Nei. Aos 35, Evair entrava sozinho quando foi agarrado pelo lateral Kléber, corretamente expulso por Dacildo Mourão. Zinho poderia ter aberto o placar aos 42, mas chutou nas mãos de Nei.

No intervalo, Evaristo recompôs a lateral-esquerda com o improvisado Rodrigo no lugar do meia Ricardinho. O volante Amaral (campeoníssimo pelo Palmeiras 93-94) substituiu o centroavante Fernando Baiano, liberando Vampeta para sair um pouco mais para o jogo.

O Corinthians equilibrou o Derby. Velloso fez defesa espetacular em finalização de Índio. Cléber enfim foi amarelado na zaga palmeirense, o que obrigou Felipão a tirá-lo da zaga. Rogério entrou no meio e Roque Júnior voltou à defesa.

Aos 11, Gamarra desarmou Alex depois de lindo toque de Paulo Nunes e a bola sobrou para Nei. O árbitro interpretou (mal) o recuo intencional e marcou tiro livre indireto. Arce bateu sob a barreira e fez 1 a 0 Palmeiras.

Alex só não ampliou depois porque Nei fez outra bonita defesa.

Aos 16, Dacildo poderia ter marcado mão na bola de Batata dentro da área. Pênalti. Mas marcou mão de Paulo Nunes, que não tocou nela.

Aos 37, depois de bela enfiada de Dinei, Marcelinho Carioca empatou. Estava em posição legal. O bandeirinha marcou impedimento. O camisa 7 o xingou e também foi expulso.

Ao sair de campo, fez sinais claros de que o time dele estava sendo roubado.

  • Não preciso falar mais nada. Todo mundo viu o que aconteceu aqui.

Palavras de Marcelinho ao final do primeiro de uma série inesquecível de Derbys em 1999.

Enquanto a torcida do Palmeiras que não foi em grande número ao Morumbi gritava:

  • Fica, Felipão! No fim do ano nós vamos pro Japão!

PALMEIRAS 1 X 0 CORINTHIANS
Libertadores da América/Primeira Fase
Sábado, 27/fevereiro (tarde)
Morumbi
São Paulo (SP)
Juiz: Francisco Dacildo Mourão Albuquerque (CE)
Renda: não disponível
Público: 28 821
PALMEIRAS: Velloso; Arce, Júnior Baiano, Cléber (Rogério) e Júnior; Roque Júnior,
César Sampaio e Zinho; Alex (Galeano); Paulo Nunes e Evair (Oséas)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
Gol: Arce 12 do 2º
Expulsões: Kléber 35 do 1º; Marcelinho 38 do 2º

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.