Maurício Galiotte dá última chance a Deyverson após bronca e 'erro gravíssimo'

Maurício Galiotte dá última chance a Deyverson após bronca e 'erro gravíssimo'

(Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

O Palmeiras estreia nesta quarta-feira (6) na Copa Libertadores e Deyverson poderá voltar ao time contra o Junior Barranquilla. Presente na Colômbia, o presidente Maurício Galiotte falou que tratou do assunto pessoalmente e que o camisa 16 está ciente que esta é sua última chance após "erro gravíssimo".

"O Deyverson faz parte da nossa equipe, do nosso quadro, tem conosco um ambiente muito saudável, mas cometeu um erro, eu mesmo tratei o assunto, falei com o Deyverson. Ele cometeu um erro gravíssimo e eu disse a ele que não vai se repetir, em relação aos vídeos que vazaram na internet", afirmou o presidente, em entrevista ao canal "SporTV".

O atacante ficou próximo de trocar o Palmeiras pelo Shenzhen FC, da China, em uma oferta de 15 milhões de euros (cerca de R$ 65 milhões), porém preferiu permanecer.

"Ele tem contrato, queremos que ele fique também, o que ocorreu foi uma situação em que o próprio empresário trouxe uma situação de negociação, que não foi adiante. Ele está conosco, mas volto a repetir: não pode vazar um vídeo ou outro que expõe nossa marca. Não vamos aceitar. Que ele faça o que sabe: gols. Assim nos ajudou a sermos campeões brasileiros", finalizou Galiotte.

Deyverson tem 66 partidas pelo Palmeiras e 18 gols marcados. Em 2019, são quatro jogos e um gol.