Galiotte recebe movimento Ocupa Palestra para debater cerco e Avanti Popular

Galiotte recebe movimento Ocupa Palestra para debater cerco e Avanti Popular

Foto: Divulgação

A noite do dia 3 de setembro será mais uma data marcante na história da Sociedade Esportiva Palmeiras. O coletivo 'Ocupa Palestra' realizou reunião com o atual presidente, Maurício Galiotte, por melhorias ao tratamento do torcedor, pela cerceamento da rua em dia de jogos no Allianz Parque, além do sócio-avanti

A reunião foi a primeira deste tipo com a cúpula do coletivo que contou com a participação de cinco integrantes do movimento. Os valores dos ingressos também foram pauta do debate, pois demanda representa palestrinos que não estão conseguindo ter acesso ao novo Palestra Itália.

"As partes se comprometeram a estabelecer um canal de diálogo sobre estas e outras pautas a serem apresentadas", de acordo com os membros do coletivo.

Leia na íntegra carta Ocupa Palestra sobre o evento:

O Ocupa Palestra, na noite desta segunda-feira, 3 de setembro, foi recebido pelo presidente Maurício Galiotte para discutir alternativas ao bloqueio das ruas de acesso ao estádio do Palmeiras em dias de jogos e o preço dos ingressos praticados no Allianz Parque.

Para o Ocupa Palestra, existem outras formas de garantir a segurança em dias de jogos sem necessidade de restringir o acesso das pessoas ao espaço público e tampouco violar o direito constitucional de ir e vir. Além disso, destacou-se a importância de reverter o processo de exclusão social decorrente do alto preço dos ingressos no estádio do Palmeiras. O Ocupa Palestra defende outras práticas de precificação que permitam acomodar todas e todos palmeirenses sem prejudicar a receita do clube.

As partes se comprometeram a estabelecer um canal de diálogo sobre estas e outras pautas a serem apresentadas.

O Ocupa Palestra foi criado, entre outros objetivos, para rever o cerco das ruas do entorno do Allianz Parque, medida considerada desproporcional e ilegal pelo Ocupa Palestra. O bloqueio às ruas em dias de jogos do Palmeiras começou no final de 2016 e inviabiliza ilegalmente o acesso às ruas que circulam o estádio às pessoas que não têm ingresso aos jogos do Palmeiras.

  • Alysson Rodrigues

    Alysson Rodrigues

    Frustrado por não ser atleta por algo que sou apaixonado viro jornalista para unir essas paixões: leituras futebolísticas e Palmeiras.