Gustavo Gómez deve assinar novo contrato com o Palmeiras nesta semana

Gustavo Gómez deve assinar novo contrato com o Palmeiras nesta semana

(Foto: Cesar Greco / Divulgação / SE Palmeiras)

Até o fim desta semana, Gustavo Gomez assinará um novo contrato com o Palmeiras. E, desta vez, o vínculo será em definitivo até 2024. O zagueiro estava cedido pelo Milan-ITA, porém o empréstimo com o Verdão se encerrou em 30 de junho.

Como informou o 'GloboEsporte.com' na tarde de ontem (8), algumas divergências financeiras entre o Palmeiras e o estafe de Gómez adiaram a assinatura do contrato final, que estava planejada desde o mês passado. Contudo, o clima é de muito otimismo entre todas as partes e o negócio deve ser sacramentado nos próximos dias. Com o Milan já está tudo acertado há semanas, e os italianos apenas aguardam a resolução das pendências entre Palmeiras e jogador para formalizarem a venda.

Desde o primeiro acordo com a equipe europeia, ocorrido há cerca de dois anos, estava estipulado que o Palmeiras teria o direito de renovar o empréstimo anualmente até 2021. Entretanto, o diretor Anderson Barros optou por antecipar a compra definitiva de Gómez já neste ano. O zagueiro passará a ser, oficialmente, um jogador palmeirense pelos próximos quatro anos.

O valor total da operação é de 5,5 milhões de euros, mas o Alviverde já vinha pagando as parcelas desse custo a cada renovação de empréstimo. Agora, resta pouco para o montante ser quitado.

Gustavo foi anunciado pelo Palmeiras em 02 de agosto de 2018. Desde então, assumiu a titularidade de forma incontestável. Foi campeão do Brasileirão de 2018 tendo sido protagonista, ao lado de Luan, de um setor defensivo que somou mais de mil minutos sem sofrer gols. É, hoje, peça chave do elenco e forma a dupla de zaga titular com Felipe Melo, o capitão do time.

  • Guilherme Paladino

    Guilherme Paladino

    Palmeirense, estudante de jornalismo na UNESP, com passagem pelo Torcedores e atualmente setorista no Nosso Palestra. Apaixonado por jornalismo e por esportes. "A bola não entra por acaso."