Luxa exalta postura do Palmeiras em coletiva virtual: 'Voltaremos ainda mais unidos!'

Luxa exalta postura do Palmeiras em coletiva virtual: 'Voltaremos ainda mais unidos!'

Foto: Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

O técnico Vanderlei Luxemburgo concedeu uma entrevista coletiva diferente na manhã desta quarta-feira, 6. O Palmeiras reuniu os setoristas e alguns jornalistas para bater um papo com o técnico do Palmeiras de maneira virtual. Mantendo o isolamento social devido a pandemia do coronavírus, Luxa colocou o futebol em segundo plano nesse momento e exaltou a postura do Palmeiras diante toda essa crise que afeta a nossa economia.

Luxa iniciou a coletiva dizendo que andou analisando todos os jogos que o Palmeiras fez nesse ano durante todo esse tempo livre que teve no último mês. O comandante alviverde ainda afirmou que falava quase que diariamente com o presidente Maurício Galiotte e com os atletas do elenco do Verdão.

Porém Luxemburgo tem um posicionamento forte quando o assunto é a volta do futebol. Para ele não é o momento de nos preocuparmos com a volta do esporte.

'Estamos num momento diferente. Eu, você, todos. Esquece o técnico de futebol. Falando o cidadão Vanderlei Luxemburgo aqui. Não adianta falarmos de futebol como exemplo. Exemplo de que se pessoas estão morrendo? O vírus não escolhe quem vai morrer. Coração está muito apertado. As pessoas indo embora sem poder ter um velório.', desabafou Luxemburgo.

O técnico também reforçou o pedido para que os palmeirenses respeitem o isolamento social e fiquem em casa.

Um dos momentos mais legais da coletiva foi quando Luxemburgo explicou como foi a negociação do clube com os jogadores para a diminuição dos seus respectivos salários: "Eu conversei com o capitão. Que passou o documento para todo o elenco. Foi uma aceitação unânime de que era importante nós cedermos. Nada mais justo do que retribuir para uma empresa que nos dá uma estrutura maravilhosa e nos paga tão bem!', disse Luxa lembrando que Anderson Barros também foi muito importante no processo.

"Todos nos unimos para que o Palmeiras consiga caminhar nesse momento. Pode ser que mais pra frente, voltemos a ter que conversar. Quero dar os parabéns ao Presidente e aos jogadores!'

Finalizando a coletiva, Luxemburgo respondeu a pergunta do NOSSO PALESTRA sobre a digna e exemplar postura do Palmeiras em manter todos os seus funcionários, e se isso daria uma força a mais ao clube quando o futebol voltar.

Confira a resposta a partir do minuto 58:40 do vídeo:

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!