Luxa testa Dudu como 'meia' pela 1ª vez e abre nova opção tática para ataque palmeirense

Luxa testa Dudu como 'meia' pela 1ª vez e abre nova opção tática para ataque palmeirense

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Vanderlei Luxemburgo surpreendeu a todos neste sábado no Pacaembu, quando o Palmeiras encarou o Santos pela oitava rodada do Paulista. Após um primeiro tempo bem fraco do Verdão, o técnico voltou do intervalo com Rony e Veron nas vagas de Luiz Adriano e Raphael Veiga.

Com dois meias de ofício no banco (Scarpa e Lucas Lima), o técnico alviverde preferiu deslocar Dudu para o meio e deixar as pontas para o camisa 11 e a joia da base alviverde.

Dudu correspondeu bem como sempre. Endiabrado pelo meio, conseguiu passar diversas vezes pelos volantes santistas e serviu os seus companheiros para 4 finalizações. Em algumas ocasiões o camisa 7 poderia até ter tentado a finalização, mas preferiu dar o passe para os atacantes.

Nestas duas imagens da Rede Globo, é possível ver Dudu achando Willian e deixando o camisa 29 na cara do goleiro Everson em duas oportunidades. Em uma delas saiu até o gol, porém Rony estava impedido.

WhatsApp-Image-2020-03-01-at-13.33.54

Com Dudu atuando pelo meio, o Palmeiras atacou o Santos na segunda etapa em um 4-2-4, com um grande espaço no meio do campo, porém uma altíssima intensidade para reagir aos ataques do adversário.

Luxemburgo ganha uma importante opção tática para alguns jogos específicos, principalmente quando estiver precisando de mais velocidade no último terço do campo.

WhatsApp-Image-2020-03-01-at-13.33.58

Com Willian ou Luiz Adriano no comando de ataque, Dudu pode revezar com Rony nas pontas, ou até mesmo ser deslocado para o meio, abrindo espaço para Wesley e Veron no lado do campo.

Raphael Veiga que fez uma partida irreconhecível neste sábado, pode dar lugar para Lucas Lima ou Gustavo Scarpa na estreia da Libertadores na próxima quarta-feira, 4, diante do Tigre em Buenos Aires. É muito difícil que Luxemburgo mantenha essa formação mais 'exposta' com Dudu no meio.

O Verdão se reapresenta nesta segunda e já faz o seu último treino em São Paulo antes de embarcar para a Argentina. A delegação só terá mais um treino na capital argentina para finalizar a preparação visando a estreia no torneio mais importante do nosso continente.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!