Maratona contra o Grêmio pode decidir o futuro do Palmeiras em 2019

Maratona contra o Grêmio pode decidir o futuro do Palmeiras em 2019

(Foto: Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

O Verdão vai viver um momento inusitado em agosto. A partir do próximo sábado, 17, serão três jogos em sequencia contra o Grêmio. O primeiro, válido pela décima quinta rodada do BR-2019. Os outros dois, pelas quartas de final da Libertadores.

Será a primeira vez na história que as equipes se enfrentarão três vezes consecutivas. Aliás, desde 2002 o Alviverde não tem uma trinca de jogos contra a mesma equipe (naquela ocasião enfrentou o São Paulo em quatro oportunidades seguidas).

São três jogos que podem alavancar o time na busca pelos títulos das duas competições que ainda disputa, ou criar momentos de instabilidades e deixar a torcida temerosa em relação a passar o ano de 2019 em branco, sem levantar nenhum caneco.

Para a partida de sábado, na Arena do Grêmio, Felipão deve optar por um time alternativo, haja vista que o primeiro encontro entre os dois, pela Libertadores, ocorre já na outra terça, no mesmo local. O tempo de recuperação será curto e o comandante teme perder algum de seus titulares.

Por outro lado, o alviverde terá a semana livre para treinar, ao contrário do seu adversário que joga contra o Athlético-Pr, nesta quarta, pelas semifinais da Copa do Brasil. Até por isso, a tendência é que Renato Gaúcho mande à campo uma equipe totalmente reserva contra o Palmeiras, no sábado.

A sequencia de três partidas consecutivas contra o Grêmio só foi possível porque o Palmeiras conseguiu o adiamento do jogo contra o Fluminense, que seria no dia 26/08, para o próximo dia 10/09.