Opinião: Felipe Melo tem muito crédito, mas precisa ser repreendido

Opinião: Felipe Melo tem muito crédito, mas precisa ser repreendido

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/ Divulgação

Felipe Melo foi mais uma vez um dos grandes personagens do jogo do Palmeiras. Porém neste domingo não de uma maneira que todos esperam dele.

Principal jogador do clube na temporada, o camisa 30 entrou com uma força excessiva e desnecessária no rosto de Lucca, e acabou sendo bem expulso pelo árbitro Igor Benevenuto.

Com um a menos desde o final do primeiro tempo, o Palmeiras até conseguiu jogar sem o Pitbull, mas no final das contas sua ausência foi determinante para o péssimo empate contra o Bahia.

Melo já deu muitos pontos para o Palmeiras, principalmente no Dérbi há uma semana, porém isso não dá liberdade para o camisa 30 ter atitudes inconsequentes dentro de campo.

As quartas da Libertadores estão batendo na porta do alviverde e é preciso estar com o psicológico em dia. Uma expulsão besta pode colocar tudo a perder.

Em 2018 já tivemos um episódio que deveria ter deixado lições, mas pelo jeito não trouxe.

Melo é indomável. Um adjetivo que é aceito até pelo clube, e que ano passado chegou até a repensar se valeria a pena mesmo renovar com o seu experiente volante por todo o pacote que envolve o atleta.

O jogador que foi repreendido e multado no ano passado, precisa ter mais uma conversa séria com Scolari.

Melo é imprescindível ao time do Palmeiras. Por isso mesmo tem que tomar cuidado com suas loucas e incompreensíveis atitudes de vez em quando.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!