Palmeiras chega a dez jogos oficiais em 2020 e só dois atletas são usados por Luxemburgo em todas as partidas

Palmeiras chega a dez jogos oficiais em 2020 e só dois atletas são usados por Luxemburgo em todas as partidas

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Vanderlei Luxemburgo completou no sábado, 7, diante da Ferroviária no Allianz Parque, dez jogos oficiais no comando do Palmeiras em 2020. Sem contar as duas partidas da Florida Cup.

Os únicos dois atletas que jogaram todas as partidas entrando como titulares foram Weverton e Gustavo Gómez. Dois grandes pilares do forte setor defensivo alviverde, o goleiro e o zagueiro paraguaio seguem como titulares nesta terça-feira, 10, diante do Guaraní (PAR), pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores.

Felipe Melo e Luiz Adriano, com oito jogos como titulares cada, são os próximos da lista. O camisa 10 foi poupado de duas partidas, enquanto Felipe foi poupado de uma cumpriu suspensão na outra.

Com sete atuações como titulares aparecem Dudu e Lucas Lima. O camisa 7 que no ano passado foi o atleta com mais jogos – 65 vezes – dentro do elenco ficou fora de duas partidas e no último sábado veio do banco de reservas.

Grande nome do Palmeiras em 2020 e atual artilheiro do Paulista, Willian atuou nas dez partidas com Luxemburgo, mas em quatro delas também saiu do banco de reservas.

Já os jogadores que não receberam chances com Luxa em partidas oficiais foram: Jailson, Vinícius Silvestre, Alan, Esteves, Emerson Santos, Vitor Hugo e Ivan Ângulo.

Confira a lista completa dos jogadores que mais entraram como titulares em 2020:
Weverton e Gustavo Gómez (10 partidas)
Felipe Melo e Luiz Adriano (8 partidas)
Dudu e Lucas Lima (7 partidas)
Marcos Rocha, Zé Rafael, Ramires, Gabriel Menino e Willian (6 partidas)
Victor Luís (5 partidas)
Bruno Henrique e Viña (4 partidas)
Raphael Veiga e Gabriel Veron (3 partidas)
Luan, Patrick de Paula, Scarpa e Rony (2 partidas)
Mayke, Diogo Barbosa e Luan Silva (1 partida)

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!