Pedido do presidente

Pedido do presidente

O presidente do Palmeiras disse que tem faltado "atitude, entrega e postura" para alguns atletas do clube que dirige desde 2017. Alguns que não seguirão em 2020 junto com outros que já sairiam mesmo. Não por esses motivos.

Galiotte disse que jogadores precisam ter no ano que vem "qualidade. Espírito de luta. Respeito à camisa. Coragem".

Confirmou que ele é o responsável "100%" pelas decisões que não deram certo. Ou foram mesmo erradas em 2019.

Ele teve atitude para demitir e também contratar um treinador que poucos queriam no clube. Teve coragem para demitir o diretor de futebol muito desgastado. Teve postura para assumir a bronca.

Mas precisa ter muito mais tudo isso e algo mais para conduzir a transição que não será fácil. Também por algumas posturas e atitudes dele.

Thiago Scuro é ótimo nome para a função de Mattos. Mas difícil que largue o Red Bull Bragantino em 2020.

Jorge Sampaoli parece o melhor nome para o choque de cultura e também tático no elenco.

Nomes bons e promissores subirão da base e subiriam mesmo se os títulos tivessem chegado em 2019. Novos nomes chegarão ao elenco em 2020. Precisam mesmo na maior e mais necessária reformulação desde 2015.

Não há tanto dinheiro assim disponível. A intenção é usar com mais parcimônia.

A solução será a criatividade. Ousadia. Coragem. O que faltou em campo e fora dele em 2019.

Galiotte sabe o diagnóstico. Não sei se conhece os remédios. Também não sei se está preparado para aplicar as doses necessárias.

Mas tem toda razão ao alertar mais uma vez que não pode o palmeirense ter "expectativas estratosféricas" com o clube. Do presidente para baixo.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.