Keno é um dos artilheiros do Palmeiras no ano. (Foto: Marcelo Brandão/ Click Palestra)

As notícias de que a diretoria do Palmeiras havia comunicado Alberto Valentim que contratará outro treinador para o comando do time em 2018 tomaram redes sociais, portais, jornais, emissoras de rádio e televisão na manhã da última terça-feira, mas nem todo mundo ficou sabendo. O atacante Keno, por exemplo, afirmou na entrevista coletiva da tarde dessa quarta-feira que só soube da não permanência de Valentim momentos antes de conversar com os jornalistas, ao chegar na Academia de Futebol.

“Fiquei sabendo agora, logo que cheguei no clube. Eu estava conversando com os meninos na academia, havia alguns cabisbaixos, mas futebol é resultado. Vida que segue. A diretoria comanda e nós não podemos fazer nada”, lamentou uma das peças que ganhou muitas chances e espaço no time titular com Valentim, fato que pouco ocorria com o antecessor Cuca.

O Palmeiras iniciou 2017 sob o comando de Eduardo Baptista, demitido em maio para o retorno de Cuca. O técnico campeão brasileiro de 2016 ficou até outubro, quando Valentim assumiu o time em condições de conquistar a efetivação dependendo de seu desempenho na reta final do Brasileirão. Devido a oscilação da equipe, a diretoria optou por realizar mais uma troca e agora Abel Braga, Roger Machado e Jair Ventura surgem como opções para iniciar 2018.

Os diferentes perfis dos favoritos para assumir o time não parecem incomodar o atacante Keno. “Da minha parte, chegue quem chegar, independente da forma que goste de jogar e treinar, terei de trabalhar. Terei de fazer do meu jeito. 2018 será um ano difícil, mas quem chegar, vai dar conta do recado”, opinou o jogador.

Abel Braga é o favorito pela diretoria alviverde, mas as negociações estão paradas enquanto a reunião do treinador com o Fluminense não acontece. O nome de Roger Machado passou a ganhar força nos bastidores, já que está sem clube e pode iniciar o planejamento imediatamente. Sobre a permanência de Alberto Valentim no clube, o NOSSO PALESTRA apurou que o treinador só vai tomar uma decisão assim que o campeonato acabar.

Comente

comentários