Pontaria afiada depois de cinco jogos garante vitória do Palmeiras sobre o Junior

Pontaria afiada depois de cinco jogos garante vitória do Palmeiras sobre o Junior

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O estilo de jogo do Palmeiras sob o comando de Luiz Felipe Scolari não mudará. Dentro de casa, novamente, a equipe alviverde teve menos posse de bola do que seu adversário, encerrando a partida com 40% do tempo com ela nos pés, mas com uma boa vitória por 3 a 0 sobre o Junior Barranquilla. A pontaria afiada depois de cinco partidas fez a diferença. E assim vai ser durante o ano de 2019.

Desde o empate por 1 a 1 com o Novorizontino pelo Paulistão, essa foi a primeira vez que o Palmeiras deixa o gramado com mais finalizações certas do que erradas. No empate contra a equipe do interior, o time de Felipão acumulou sete finalizações corretas e seis erradas, enquanto contra os colombianos foram nove finalizações certas e sete equivocadas. Na vitória por 5 a 0 sobre o Novorizontino, a equipe acertou e errou as mesmas sete conclusões, mas foi muito eficiente nas que concluiu a gol. Contra San Lorenzo e São Paulo duas vezes, finalizou mais para fora do que na direção do gol.

  • Novorizontino 1 x 1 Palmeiras - 13 finalizações: 7 corretas e 6 erradas

  • Palmeiras 5 x 0 Novorizontino - 14 finalizações: 7 corretas e 7 erradas

  • San Lorenzo 1 x 0 Palmeiras - 10 finalizações: 3 corretas e 7 erradas

  • São Paulo 0 x 0 Palmeiras - 9 finalizações: 3 finalizações certas e 6 erradas

  • Palmeiras 0 x 0 São Paulo - 16 finalizações: 4 corretas e 12 erradas

  • Palmeiras 3 x 0 Junior Barranquilla - 16 finalizações: 9 corretas e 7 erradas

Raramente equipes atingem um nível tão alto de aproveitamento das finalizações corretas quanto aconteceu no Allianz Parque diante do Novorizontino, marcando cinco gols em sete conclusões. O Palmeiras, aliás, é uma das piores equipes no quesito finalização certa entre os 12 times da Série pertencentes aos Estados do RJ, MG, SP e RS (como contei em levantamento na análise anterior, publicada ontem aqui), por isso precisa aperfeiçoar a pontaria para viver mais noites como a de ontem, contra o Junior Barranquilla. O estilo de jogo sob o comando de Felipão não vai mudar e, para dar certo, precisa de pontaria afiadíssima na sequência da temporada.

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.